quarta-feira, 8 de junho de 2011

Perda de popularidade de Dilma definiu queda de Palocci



A presidente Dilma Rousseff decidiu demitir seu principal auxiliar, Antonio Palocci, após ser informada que pesquisas já apontavam desgaste do governo por conta da crise envolvendo aquele que foi um dos responsáveis pela arrecadação para sua campanha.

Ela confidenciou a assessores que não podia deixar uma crise pessoal contaminar e paralisar seu governo – como vinha ocorrendo nos últimos 23 dias, desde que a Folha publicou sua primeira reportagem sobre os negócios da empresa de consultoria de Palocci, a Projeto.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua opinião.