quarta-feira, 7 de maio de 2014

Poço Branco: Movimento cresce cada vez mais, em defesa do consignados dos funcionários municipal. Confira!


Nem que a vaca tussa, os seis vereadores não abrirão mãos das suas decisões. Apesar da pressão feita pelo prefeito M.M, em cima dos seus próprios aliados, a pauta continuou trancada. Os projetos que foram pautados na Câmara de vereadores, solicitados com urgência, urgentíssimo, ficaram apenas com o presidente Kleber Fidélis e o vereador Zeca Mateus.

Sem acordo entre o prefeito e os parlamentares, os  vereadores que tomaram a decisão à 15 dias atrás, quando saíram em defesa das classes dos funcionários, sustentaram o seu parecer, mandaram valer, e a pauta permaneceu em berço esplêndido.

Numa sessão polêmica, recheados de bolos, cartazes, apitos e faixas, os funcionários aplaudiram a decisão dos oito vereadores, pela continuação do trancamento da pauta.

Os funcionários conseguiram também o apoio da vereadora Tina Galdino esposa do vice-prefeito Percivaldo Junior, que esteve ausente na sessão extraordinária datada do dia (22) por motivo de viagem.

Veja alguns destaques:


Edi Carlos: Sempre a frente na defesa dos interesses da população e dos funcionários, o vereador, em seu discurso questionou a posição dos professores com relação ao aumento do piso salarial e recebeu o apoio em massa da classe, que no momento solicitava em voz alta, a permanência da Pauta trancada enquanto o prefeito não libera-se o consignado.



Rodrigo lucas: Firme na sua decisão recebeu o respeito do público presente, e confirmou sua posição em defesa dos interesses dos funcionários.



Suélia Catarino: Mesmo eleita no (PSD) partido liderado pelo então prefeito M. Menezes, nunca se intimidou quando se fala em colaborar com os interesses da população.



Babá: Eleito pelo (PR), vem se destacando no meio dos parlamentares. Mesmo dando sustentabilidade a base governista, sua decisão foi crucial no apoio ao funcionalismo. Sem o seu apoio nada poderia ter acontecido.


 

Fernanda Cândido: Recebeu das mãos dos professores os agradecimentos por sua posição tomada em favor da classe. Defendeu os interesses dos funcionários e permaneceu junto com seus pares defendendo os interesses da categoria. 


Professor Alexandre: Fechou a sessão com chave de ouro! Em seu pronunciamento, se disse favorável não só ao aumento dos professores como também o consignado. permaneceu defendendo a continuação do que foi decidido pelos seus colegas parlamentares.  



Tina Cavalcante: Sempre convincente com suas colocações, reafirmou o seu compromisso com a população, desencadeou entre parlamentares e públicos presentes, a renovação do seu apoio a todo quadro de funcionários, recebendo os elogios dos seus colegas vereadores.



Zeca Mateus: Pressionado pelos vereadores, decidiu acompanhar os demais com relação a pauta. 



Kleber Fidélis: Presidente da Câmara Municipal, tentou-se se justificar e saiu em defesa dos interesses do poder executivo. Terminou tomando uma bela vai e uma zoada de apito. Decidiu encerrar a sessão, comeu o primeiro pedaço de bolo do aniversariante, que justamente tinha completado um ano sem vida. Falo do consignada...

Professora Aretuza na Tribuna Popular

Professora Valda Leide em Defesa dos funcionários

Professora Velça Sales na Tribuna Popular

Robson Max: Ex-secretário de Saúde, encabeçou o abaixo assinado em defesa do consignado.

Público Presente

O aniversariante

 Polêmica, não!!!

Um comentário:

  1. Neo,

    Você tem que colocar para todo mundo saber, o eterno plano de dar o "L" do prefeito do nosso municipio.

    O Prefeito costuma dar "L" como ele mesmo fala, em todo mundo e depois sair comemorando o feito. Deu um L nos candidos, quando tirou Fernanda da sua vice na vespera da convenção.

    Depois, deu um L em Edinho quando fez ele passar o vexame de perder a presidencia da camara pra Kleber e repetiu o feito quando prometeu que iria faze-lo presidente e deixou Fernanda Candido assumir no lugar. Nesse dia, ele mandou uma mensagem para o vice-prefeito, frescando com a cara dele, comemorando que deu o "L" em Edinho, mas no final o próprio Maurício levou o L.

    E por falar em vice-prefeito, esse será o próximo a receber o L. Todo mundo já sabe, inclusive a própria vítima. Maurício jurou de pés junto que apoiaria Percivaldo para a prefeitura em 2016, mas todo mundo sabe que o L final do Prefeito começa mesmo com a letra L, de Leonardo. O prefeito não quer deixar a prefeitura, vai colocar o blogueiro pra disputar a eleição e tentar a todo custo eleger o garoto para manter como marionete enquanto ele continua mandando.

    O "L" de Maurício já tá muito claro. É o "L" de Leonardo, o blogueiro macaco. Agora resta saber se o povo vai ser otário ou se unir a Percivaldo para dar o troco nesse prefeito que acha que consegue dar drible em todo mundo.

    ResponderExcluir

sua opinião.