sábado, 13 de novembro de 2010

Ronaldo faz o gol da vitória nos instantes finais;

Foto: Yahoo!

Com pênalti polêmico, Corinthians bate Cruzeiro por 1 a 0 e assume a liderança

Ronaldo faz o gol da vitória nos instantes finais; Fabrício abandona o jogo antes do fim revoltado com a arbitragem de Sandro Meira Ricci

13 de novembro de 2010 | 21h 33

RAFAEL VERGUEIRO - estadão.com.br
SÃO PAULO - No sufoco e como a torcida gosta. Com gol de Ronaldo em pênalti polêmico aos 41 minutos do segundo tempo, o Corinthians bateu o Cruzeiro por 1 a 0 na noite deste sábado no Pacaembu e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro. Com 63 pontos, agora tem dois a mais do que o Fluminense, que neste domingo pega o Goiás no Rio de Janeiro, contra 60 do time mineiro.
A vitória corintiana na 34.ª rodada acabou sendo marcado por uma grande polêmica. Os cruzeirenses não se conformaram com a marcação da penalidade máxima e protestaram muito. Revoltado, o técnico Cuca pediu para a equipe abandonar o gramado. Fabrício foi o único que cumpriu a ordem e deixou o jogo antes do apito final. Wallyson ainda teve tempo de entrar no lugar do colega.
Na visão do árbitro Sandro Meira Ricci, a falta dentro da área foi cometido pelo zagueiro Gil sobre o próprio Fenômeno, que acabou expulso pelo segundo cartão amarelo. Em bola levantada, Ronaldo se chocou com o adversário e caiu. Mesmo com o protesto, o camisa 9 alvinegro cobrou com tranquilidade para deslocar o goleiro Fábio e fazer o gol do triunfo.
A revolta cruzeirense foi tanta que Gilberto acabou sendo expulso depois do término do confronto. O trio de arbitragem só conseguiu deixar o campo cerca de 10 minutos após o apito final. A torcida mineira chiou muito e gritou ‘ladrão’ até deixar o estádio. Já os corintianos só fizeram festa e nem se importaram com a reclamação.
Hora de secar. O Corinthians, praticamente classificado para a Copa Libertadores de 2011 (dificilmente sairá do G-3 até o término do torneio), agora torcerá muito contra o Fluminense neste domingo, em jogo contra o Goiás às 17 horas no Engenhão.
Se ganhar, o Flu reassume a ponta da tabela. Qualquer outro resultado manterá o clube alvinegro na liderança e dependendo das suas próprias forças para levantar o troféu do Campeonato Brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua opinião.