quarta-feira, 6 de julho de 2011

Na última reunião do PMDB

Reforma política: próximos prefeitos seriam eleitos para mandatos únicos de 6 anos

Na última reunião da bancada do PMDB, antes do recesso parlamentar, o deputado Henrique Alves fez um balanço positivo do trabalho realizando no 1º semestre do ano.
O partido também discutiu o andamento da reforma política em tramitação na casa. O PMDB, que inicialmente defendia o voto distrital, está construindo uma proposta intermediária entre o voto distrital e a lista fechada. “Seria uma mistura entre a eleição majoritária e a lista fechada com financiamento público de campanha”, disse Henrique Alves. 
O líder do PMDB explicou que ainda não há acordo com os demais partidos que apóiam o sistema de lista fechada e o votode legenda e financiamento de campanha exclusivo com dinheiro público.
Pela proposta que o PMDB vai defender, metade da bancada seria eleita em votação direta com financiamento privado de campanha e a outra metade, em lista fechada pelo voto de legenda com financiamento público. “Seria o voto distrital misto”, defendeu Henrique Alves.
O partido também vai propor a coincidência das eleições gerais em 2018. Os próximos prefeitos seriam eleitos para mandatos únicos de seis anos.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua opinião.