quinta-feira, 17 de março de 2011

Não entendo o porque!

Tenho observado á vários meses os comentários sobre as prestações de conta do ex-prefeito Roberto Lucas. Nos bastidores e por onde se anda, o que não falta é assunto em relação as benditas pastas da sua gestão. Na avaliações dos curiosos, onde sempre predomina a especulação, parte deles acham que devem ser aprovadas, já que o parecer técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE), foram favoráveis ao ex-prefeito mesmo aprovadas com ressalvas, ou seja; com erros técnicos, que se traduz em documentos entregues fora de prazos e, entre outros. Parte da outra banda de curiosos acredita que não, acham que se aprovada Roberto Lucas se tornaria livre e poderia até se manifestar numa possível candidatura a prefeito de Poço Branco em 2012. E assim vai se empurrando com a barriga, como se fosse onda do mar na sua maior ressaca, hora vai, hora não vai, e os pensamentos flutuante se confundem entre os que estão com intenção tanto de vê-la ou não aprovadas . 
Agora digo eu! Os que acham, que o parecer do tribunal deveria ser derrubado através da plenária da Câmara Municipal; Que motivos tem os que pensam de tal maneira, ao ponto de desconfiar da pessoa que tem sustentada a base política tanto do PMN como da situação?. Vou adiante; melhor um amigo por perto  com suas deficiências, do que distante e vir a perdê-lo, se me condenas, não me queres como amigo. Tão logo! o curioso predita: ora! dessa vez, o risco que corre o pau, também corre o machado...Então presumo: o que tiver de ser será... devi-se fazer justiça, a quem por sua conduta política o fez, aos que o acompanhou ao longo de seu mandato. A quem queiram aproveitar o momento oportuno, mas não devem levar vantagens em seu próprio favor. É bom lembrar; O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis. Hoje meu abraço vai para o casal de amigos, Sérgio e a Vereadora Suhelen... 

Robson Max, Nilse Cavalcanti, Neo Alves, Marta e Roberto Lucas



Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua opinião.