quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Deputado Ezequiel cobra ações e programas para beneficiar municípios do Mato Grande


_MG_9806.jpg
Na sessão desta terça-feira (27), na Assembleia Legislativa, o deputado Ezequiel Ferreira protocolou requerimentos solicitando ao Governo do Estado, ações e programas para beneficiar os municípios de Touros, João Câmara, Poço Branco e Jardim de Angicos. Ezequiel argumentou que existem em Touros, mas de 23 mil habitantes que residem em comunidades rurais. “O município necessita de mais um ônibus escolar. O Ministério da Educação garantiu mais 100 ônibus para os municípios do Estado, que já estão no pátio do Centro Administrativo, em Natal”, lembrou o deputado.

Para João Câmara, o deputado pede a inclusão no programa para ser beneficiado com ações de cidadanias. A Secretaria Estadual da Justiça e da Cidadania leva à população serviços básicos e essenciais para o exercício de cidadania. Emissão de CPF, carteira de trabalho (DRT) e foto 3x4 são os serviços gratuitos oferecidos por uma equipe de profissionais da Sejuc”, afirmou Ezequiel, lembrando que João Câmara tem mais de 32 mil habitantes.

Ainda na sessão, Ezequiel defendeu a construção de 30 casas populares em Poço Branco e convênio de pavimentação de ruas para o município de Jardim de Angicos. “Essas ações de Governo iram ajudar no desenvolvimento dessas cidades do Mato Grande. Espero que no decorrer do próximo ano, o Governo atenda nossos requerimentos”, afirmou Ezequiel. 

-- 
Créditos das Fotos: João Gilberto

Prefeita eleita é cassada por compra de votos no interior do RN

Klébia Bessa

O juiz da 63ª Zona Eleitoral, Cornélio Alves de Azevedo Neto, cassou a prefeita eleita do município de Taboleiro Grande, Klébia Bessa por compra de votos e abuso de poder econômico.

No processo referente a representação da coligação “Vitória do Povo”, o juiz entendeu que as provas são suficientes para o cancelamento da eleição em Taboleiro Grande, já que a candidata eleita obteve mais de 50% dos votos.
A coligação "Unidos Venceremos" irá recorrer ao TRE em Natal e está confiante que a situação será revertida e que Klébia Bessa possa assumir o cargo a partir de 1º de janeiro de 2013.

Fonte: DNOnline

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Deputado do vereador Edinho pede ao Governo do Estado que enviei um Ônibus Escolar e uma Ambulância para Poço Branco


_MG_9664.jpg
Na sessão da Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (22), o deputado Ezequiel Ferreira protocolou alguns requerimentos parta beneficiar a população de Poço Branco, no Mato Grande. Ele argumentou que o Governo do Estado garantiu com o Ministério da Educação mais 100 ônibus escolares e uns já estão no pátio do Centro Administrativo, em Natal.

“Poço Branco tem hoje, 13.949 habitantes, sendo que 6.532 residem em comunidades rurais. Com extensão de 254,020 km², essas comunidades necessitam de um ônibus escolar para atender seus estudantes”, defendeu o deputado Ezequiel. Outra solicitação para Poço Branco foi um convênio para a aquisição de uma ambulância. 

“Boas condições de saúde é um fator fundamental para o melhor desenvolvimento social de um município e sem um veículo apropriado para transportar seus enfermos ou acidentados para um hospital ou outro centro com melhores condições hospitalares, a saúde fica comprometida. Por isso, Poço Branco necessita com a máxima urgência da disponibilidade desta ambulância”, frisou no documento que foi lido nesta quinta-feira, na sessão da Assembleia Legislativa. 

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Governo investe R$ 2,7 bilhões para alfabetizar crianças até oito anos

A presidenta Dilma Rousseff destacou o caráter de urgência de um pacto pela alfabetização (Foto: João Neto/MEC)

Alfabetizar plenamente todas as crianças até a idade de oito anos, sem exceção, nos 27 estados brasileiros. Este é o desafio do governo federal nos próximos anos. Para cumprir a meta, a presidenta Dilma Rousseff, acompanhada do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, lançou nesta quinta-feira, 8, o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa, em cerimônia no Palácio do Planalto.

"Nós sabemos sem sombra de dúvidas que um caminho, do ponto de vista de sua perenidade, mais que outros, tem o poder de assegurar o acesso das pessoas a igualdade de oportunidades: é a educação”, afirmou a presidenta. “O pacto tem o caráter da urgência das tarefas inadiáveis. Esse caráter de urgência se soma a um caráter estratégico que temos sobre uma visão de futuro para o país. Sem o pacto, não teremos igualdade efetiva no país”, concluiu. 

Com investimento inicial de R$ 2,7 bilhões, o pacto é uma articulação inédita com todos os secretários estaduais de educação e, até o momento, 5.271 municípios. O pacto envolve aproximadamente 8 milhões de alunos, nos três primeiros anos do ensino fundamental, distribuídos em 400 mil turmas, de 108 mil escolas da rede pública. 

O eixo principal do pacto será a oferta de cursos de formação continuada para 360 mil professores alfabetizadores, com tutoria permanente e auxílio de 18 mil orientadores de estudo capacitados em 36 universidades públicas. O MEC também distribuirá mais de 60 milhões de livros didáticos, além de jogos pedagógicos. O esforço coordenado tem a finalidade de reverter o atual cenário do país, em que a média nacional de crianças não alfabetizadas até os oito anos chega a 15,2% – de acordo com dados do Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A presidenta ainda anunciou que, para 2014, o governo federal concederá um prêmio de R$ 500 milhões distribuídos entre professores e escolas que mostrarem mais avanços no processo de alfabetização. A comissão que avaliará professores e escolas será formada por representantes do MEC, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e Conselho Nacional dos Secretários de Educação (Consed).

Candidaturas de Raniere Barbosa e George Câmara seguem indeferidas pela Justiça Eleitoral

George Câmara (dir.) e Raniere Barbosa (esq.) seguem com suas candidaturas indeferidas pelo TRE/RN (Paulo de Sousa/DN/D.A.Press)
George Câmara (dir.) e Raniere Barbosa (esq.) seguem com suas candidaturas indeferidas pelo TRE/RN

O juiz Verlano de Queiroz Medeiros, do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), negou a liminar que pedia a suspensão da decisão da 1ª Zona Eleitoral que indeferiu o registro de candidatura dos vereadores Raniere Barbosa (PRB) e George Câmara (PCdoB). Tal medida foi publicada nesta quinta-feira (8) no Diário da Justiça Eletrônico.

A liminar pedia que fosse suspensa a decisão que indeferiu o registro de candidatura de todos os candidatos a vereador que faziam parte da coligação União Por Natal II, da qual participaram Raniere Barbosa e George Câmara. Isso aconteceu por que o PTdoB participou dessa coligação na chapa representativa, mas também fez parte de outra coligação na chapa majoritária.

No pedido de suspensão da medida, a defesa da coligação União Por Natal II sugere o perigo de outros candidatos assumirem as vagas ganhas por Raniere e George, caso não seja julgado o mérito da questão antes da diplomação dos vereadores para a próxima gestão. Com o indeferimento do registro das candidaturas da coligação, Edivan Martis (PV) e Cláudio Porpino (PSB) aparecem na lista de eleitos no pleito municipal deste ano no lugar dos candidatos do PRB e PCdoB.

Conuto, no entendimento do juiz Verlano Medeiros, a diplomação dos vereadores para a gestão que se iniciará no próximo ano não é tão iminente. "A diplomação dos eleitos pode ocorrer até o dia 19/12/2012", argumenta o magistrado. Ele acredita que o julgamento do mérito em torno do registro de candidatura da coligação União Por Natal II possa ocorrer antes dessa data, por isso considera que não há requisitos necessários à concessão da liminar.

Paulo de Sousa, do DN Online.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Estatal ligada ao BB abre concurso para mais de 4.800 vagas

Por Larissa Alberti | Redação IMP Concursos – 01/11/2012 16:41:00
Thinkstock

A Cobra Tecnologia, empresa do Banco do Brasil, publicou hoje edital de concurso público que prevê 4.807 oportunidades para cargos de níveis médio, técnico e superior. Das vagas previstas, 11 são para início imediato e 4.796 para formação de cadastro de reserva. Há chances para todos os estados e para o Distrito Federal.
Candidatos de nível médio podem concorrer ao cargo de técnico administrativo, com salário inicial de R$ 1.235,95. O cargo de técnico de operações exige nível médio ou médio/técnico e a remuneração inicial é de R$ 1.460,67. Para graduados, as chances são para os cargos de analista administrativo e analista de operações, com ganhos iniciais R$ 2.471,90 e R$ 3.213,46, respectivamente. Os candidatos aos cargos de analista devem possuir disponibilidade para viagens. A carga horária de trabalho para todos os cargos é de 44 horas semanais.
A seleção será composta por uma prova objetiva com questões sobre Língua Portuguesa, Matemática, Noções de Informática e Língua Inglesa, além de conhecimentos específicos. Haverá ainda duas etapas eliminatórias: entrega de documentos para verificação e exame médico ? pré-admissional. A data provável para aplicação da prova é 20 de janeiro de 2013. Os contratos serão regidos pelo regime celetista. Os aprovados serão contratados ao longo do prazo de validade do concurso, que é de um ano, prorrogável por igual período.
As inscrições para o concurso podem ser feitas a partir da próxima segunda-feira, 5 de novembro, pelo site da organizadora do concurso. O prazo final para a inscrição é dia 4 de dezembro. O valor da taxa de inscrição varia entre R$ 20 e R$ 59.

Aqui com meus botões!! Quem vai jogar a toalha?


Ele ou ele!!, dessa vez alguém vai ter que jogar a toalha. Refiro-me ao novo cenário político que se escreveu a alguns dias atrás. Poderes nem é bom falar, pois todos sabem, que os dois tem de sobra, alias, mostraram seus poderio revertendo um quadro que eles próprios achavam que não existia mais concerto. Quem apostou  que essa façanha não ia dá em nada, enganou-se, assim como eu. 

Agora a corrida não é entre vermelho nem amarelo, nem tão menos pelo eleitor. A corrida agora é pelo  poder da Câmara Municipal, a tão falada presidência da casa, que nada mais nada menos é o segundo poder de qualquer município.

E assim sendo, já mexe com o QI de qualquer indivíduo que já se encontra eleito ou reeleito, esperando apenas por 2013, principalmente de quem está saindo para assumir a vaga na majoritária e deixando o que plantou ao longo da vida pública rodeadas de suas proezas.

Um aberto e o outro fechado, referindo-me ao olhos desses senhores que não pregam eles pra não se ver traído. Mas uma coisa deve ser certa e não pode ser evitada, alguém deve ser vencido pelo cansaço e deve dizer:  "não joguei a toalha, cochilei e ela caiu!!"