quinta-feira, 3 de maio de 2012

Parlamentares terão acesso a material sigiloso da CPI a partir de segunda


O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito mista que investiga as relações de agentes públicos e privados com o bicheiro Carlinhos Cachoeira, senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), divulgou, nesta quinta-feira (5), as regras para o acesso de parlamentares ao material sigiloso em poder da CPI.
Os documentos, provenientes das operações Vegas e Monte Carlo, da Polícia Federal, compartilhados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) com a CPI, poderão ser lidos pelos integrantes da comissão, a partir da próxima segunda-feira (7), das 9h às 20h. O acesso será feito em uma sala do subsolo da ala Alexandre Costa que está sendo preparada com rigorosos procedimentos de segurança e de proteção aos dados. A intenção é evitar que quaisquer informações possam ser transmitidas ou reproduzidas. Haverá três computadores à disposição dos parlamentares.
O acesso à sala de consulta aos dados só será permitido ao parlamentar sem portar aparelho de telefonia celular ou qualquer outro que disponha de câmara fotográfica ou filmadora e que possibilite a reprodução de imagem ou de mídia. Ele também deverá, previamente, assinar termo de responsabilidade, visando a preservar o sigilo das informações compartilhadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua opinião.