quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Nação indignada


Os brasileiros foram novamente às ruas protestar contra a corrupção nesse feriado de 12 de outubro. Na avaliação do Instituto Teotonio Vilela, o mais relevante é que as mobilizações contra malfeitos e roubalheiras vão se tornando recorrentes e já envolvem instituições poderosas como a Igreja. “Temas presentes nas marchas de ontem têm capacidade suficiente para catalisar a força dos descontentamentos, a começar pela adoção da Lei da Ficha Limpa em todos os municípios do país, uma bela bandeira para 2012″, destaca a Carta de Formulação e Mobilização Política desta quinta-feira (13). Leia abaixo a íntegra:

Os brasileiros foram novamente às ruas ontem protestar contra a corrupção. O número de manifestantes pode até ter sido menor que o das marchas realizadas em 7 de setembro, mas o relevante é que as mobilizações contra malfeitos e roubalheiras vão se tornando recorrentes e a indignação começa a envolver instituições poderosas como a Igreja.

Houve manifestações ontem em pelo menos 19 cidades do país, segundo números d’O Estado de S.Paulo. Os atos reuniram cerca de 28 mil pessoas, de acordo com O Globo. Assim como no feriado da Independência, a maior movimentação aconteceu em Brasília, com em torno de 20 mil pessoas.

Outros 2 mil desfilaram na avenida Paulista, em São Paulo, e 1.500 na praia de Copacabana, no Rio, segundo cálculos oficiais da Polícia Militar. Também houve protestos em Porto Alegre, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Recife, Manaus, Fortaleza e Curitiba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua opinião.