terça-feira, 14 de junho de 2011

Se a eleição fosse hoje

Tenho sido bastante assediado por amigos nos bastidores da politica, solicitando uma avaliação dos dois candidatos a prefeito de Poço Branco. não quero com isso dizer aos leitores, que minha opinião seja única pois na verdade todos tem o direito de opinar. Como tenho postado aqui no Blog tanto de um lado como do outro, resolvi comentar das ambas as partes o quadro que se encontra a política no nosso município. É bom lembrar que, a diversidade da mesma pode mudar conforme os acontecimentos, Serei imparcial como tenho feito nos comentário nas nossas matérias.

Quando publiquei o tópico "PERFIL DE LIDER" a nossa intenção apenas era de repassar como  gostaria de ver em nossa cidade um lider mais ou menos parecido com o que foi divulgado na matéria publicada. Poço Branco algum tempo atrás vem oferecendo apenas duas opções na escolha de candidatos a prefeito, oposição e situação. Sem a terceira força a tendência dos eleitores é optar favorecendo assim o que mais se destacar no decorrer da campanha. Na verdade, o candidato da oposição Valdemar de Góis, já por duas vezes tem procurado chegar a prefeitura, e sem obter êxito se lança de imediato candidato já pra próxima eleição. A dificuldade de atingir o seu ideal, tem ao meu ver, barreiras que formaram-se ao longo dos anos. Seu pai João Maria de Góis quando prefeito, sua administração foram cheias de turbulência, no qual causou: Pagamentos de funcionários atrasados trazendo assim a insegurança aos funcionários público municipal, mesmo aqueles que não simpatizam com o lado da situação, e o repasses constitucionais da Câmara Municipal, que o levou a cassação do seu mandato no terceiro ano. Devo confessar, que a área da saúde na sua gestão trouxe a sustentabilidade do grupo até os dias de hoje. Seu forte são os mais necessitados, não arredando o pé de quem o procura em casos de doenças. Mesmo assim continua com dificuldades, com relação a vereadores insatisfeito tentando de alguma forma se desligarem do próprio grupo. Já a situação que tem como líder o prefeito Mauricio Menezes, tem se mantido no erro da oposição, ao contrário do que fez João Maria contra Fernando Cândido nas eleições de 98. Se mantém sigiloso tentando surpreender a cada dia que passa tanto os eleitores como a população. Segundo o portal da transparência, o que se tem de convênio firmado em beneficio da cidade deve causar um impacto muito grande a oposição. Entre eles, a drenagem e escoamento da Avenida Santa Luzia onde se encontram a maioria dos eleitores do grupo Góis. Porém o seu forte é o pagamento dos funcionários em dias, passando assim segurança aos comerciantes do nosso município. Corre o risco de se depará com surpresas, é como diz o velho ditado: " Melhor um não de cara bonita, do que um sim com cara feia". Agora concluo: Se a eleição fosse hoje apostaria numa pequena diferença em favor do jovem candidato Valdemar de Góis, mesmo com o poder de fogo que o candidato a reeleição Mauricio Menezes tem em seu favor. Mas como a eleição não é hoje e sim o ano que vem, melhor é ter cuidado, pois o prefeito na campanha passada atirou com pólvora aleia, era apenas o candidato do ex-prefeito Roberto Lucas, e a oposição perdeu apenas por 46 votos. Em 2012 na próxima eleição deve atirar com sua própria pólvora...  Como diz o Almeida Pereira; Melhor é se cuidar se não, vão vestir a roupa de papangu de beira de cerca mais uma vez. Meu abraço hoje vai pra turma da Villa Alfredo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

sua opinião.